Pesquisa personalizada

19 de dezembro de 2007

CHAMEM A POLÍCIA QUE EU NÃO PAGO

No metro do Marquês de Pombal perto da hora do almoço, uma senhora de voz rouca e chapéu-de-chuva encharcado resmunga em voz muito alta que ressoa de modo particularmente sonoro na acústica da estação a dizer que não tem a renda em atraso não senhor a um senhor que diz que isso não é nada com ele e ela que vá queixar-se à senhoria.

2 comentários:

Luís Filipe C.T.Coutinho disse...

odeio a troca de prendas do escritório...

Duarte Duval disse...

lisboa...