Pesquisa personalizada

14 de outubro de 2007

MISANTROPIA

Já me tinha esquecido como não gosto de ir ao cinema quando o cinema está cheio. Ele é as arrumadoras que não arrumam nada e só deixam a porta aberta para as pessoas entrarem; ele é as espanholas que falam pelos cotovelos; ele é as matronas que deixam os telemóveis ligados e os atendem a meio do filme; ele é o casal na moda que fala aos cochichos ao telemóvel; ele é os bandos de jovens intelectuais na moda que têm sempre alguma coisa a dizer sobre o filme; ele é o pessoal que chega atrasado e incomoda toda a gente.

6 comentários:

Anónimo disse...

... por causa disso mesmo, o ideal é a sessão das 13.30!

m.

menina-alice disse...

Quer dizer... tu só te queixas porque queres, né?

rf. disse...

sinto o mesmo. habituei-me a ver filmes com mais 4 ou 5 pessoas na sala que quando o cinema está cheio é um desconforto horrível...

margarete disse...

e as pipocas*?!!!
em Coimbra já não há cinema onde seja proibido comer! :(

(ainda escapamos de tempos a tempos com os ciclos de cinema no Gil Vicente)

* associado ao sorver do refrigerante, claro :(

Wellington Almeida disse...

Thats what i´m talking about! Como sugestão, recomendo esta lista da New Yorker:http://nymag.com/guides/everything/movies/31538/

Abraço.

António Azevedo disse...

concordo inteiramente com o comentário.

mas li aqui alguém a desancar em ti a proposito disso: http://ha-lodo-no-cais.blogspot.com/