Pesquisa personalizada

30 de setembro de 2007

SYMPATHY FOR THE DÉBIL

Queria apenas dirigir-vos para este magnífico post de desprezo distilado através de humor de fino recorte que merece desde já ficar para os anais. Como eu gostava de saber insultar com classe.

3 comentários:

N. disse...

classe tu tens! o que te falta mesmo é aprender a insultar assim mesmo muito, muito, muito ok?! :D

João Lisboa disse...

Eu não insultei os senhores. Exprimi apenas uma - chamemos-lhe assim - divergência de ordem estética.

Insultar era dizer coisas feias sobre as mães deles, insinuar que andam, à noite, a abrir a gabardina a transeuntes incautos em locais mal iluminados, deixar nas entrelinhas a hipótese de não terem cumprido as suas obrigações fiscais... [modo Bom-Povo]Eu sou uma pessoa que se dá muito ao respeito[/modo Bom-Povo].

Mr. Steed disse...

tem piada uma pessoa passar uns aninhos bons sem ligar puto à música e de repente tentar regressar à realidade. perde-se a noção dos ódios e do que é ou não é "cool". Está visto que o Davindra Bornhagardt (esqueçam eu nunca vou conseguir escrever o nome correctamente) e a Joaninha do Novo-Som são os novos ódios de estimação. :)

tem piada.