Pesquisa personalizada

30 de novembro de 2006

CARREIRA 58

Uma das coisas mais curiosas em que reparo quando viajo de autocarro em Lisboa é a necessidade que algumas pessoas - maioritariamente idosos de todo o tipo - têm de conversar umas com as outras. E, geralmente, as conversas têm sempre um único tópico: dizer mal. Há sempre qualquer coisa que está mal, há sempre alguém que está a enganar alguém, são sempre os mesmos que são comidos, etc., etc., etc. É raríssimo ouvir uma palavra simpática nestas conversas de autocarro.

2 comentários:

aldina disse...

Curioso este reparo faz-me lembrar alguém?... Entendi desde muito cedo que aprendemos tudo o que queremos aprender!

Até sempre!

j. monge disse...

Velhos abjeccionistas apanham o autocarro do Restelo. Levam sempre uma bomba nos bofes.
Melhor seria um "Palhinhas" cor de talco que os levasse a passear por S. Bento e, de janelas ao dependuro, atirassem flores transparentes às escadarias do Palácio.

Morte aos velhos mal-dizentes!