Pesquisa personalizada

6 de maio de 2007

MERCI SEGOLENE

Mas alguma vez em Portugal alguém concede uma derrota numa eleição com um sorriso nos lábios como Ségolène Royal o fez esta noite nas eleições francesas? (Ou será que a rapariga estava a rir a pensar, "olha do que eu me livrei..."?)

3 comentários:

inêsgens disse...

Provavelmente foi só um mecanismo anti-depressão de inspiração budista.
Em todo o caso, se todos fossem mais sorridentes em Portugal, as noites de eleições passariam a ter uma aura demasiado simpática para o mundo político. Jacinto Serrão acabou de assegurar que tal fenómeno não vai passar a acontecer.

menina-alice disse...

Ou então é porque calhou no dia mundial do riso...

Anónimo disse...

Eu não acompanhei de todo as eleições presidenciais em França, mas nos trinta segundos de programa pós-eleitoral que eu por acaso apanhei na televisão, alguém comentava que o discurso dela parecia mais um "ah comme c'est douce la défaite!"

L.