Pesquisa personalizada

5 de janeiro de 2007

O NILO AZUL







Redescobrir os Blue Nile no meio do bulício da cidade (e que bem que estes discos continuam a soar, todos estes anos depois) é redescobrir música onde o silêncio tem tanto peso quanto o som. Música que respira, onde cada elemento cumpre uma função precisa, onde tudo faz sentido. E que transpira uma alma como nenhuma outra.

2 comentários:

aldina disse...

Vou saber, ouvindo...

Bom ano de 2007, que seja realmente novo.

Até sempre

dolphin.s disse...

olha que bela lembrança :)
que saudades me deu agora :S

laço no dedo: logo à noite rippar para o leitor