Pesquisa personalizada

11 de outubro de 2006

SAI UM CHAZINHO

De vez em quando vou comer uma pizza (passe a publicidade) ao Pizza Hut. Se não gostasse também estava bem arranjado, porque tenho um muito perto de casa, e quando não me apetece cozinhar ao domingo não tenho grande alternativa porque é o único restaurante no raio de 500 metros de minha casa que está aberto ao domingo. Mas até gosto, apesar de o serviço ser particularmente irregular, sobretudo porque há lá um empregado brasileiro particularmente desatento/desastrado que parece ter medo de mim e aproximar-se à cautela não vá eu mordê-lo (diga-se em abono da verdade que já me tem dado vontade de me armar em Rottweiler feroz com ele porque o rapaz não nasceu mesmo com jeito para aquilo).

Isto vem ao caso de eu hoje ter ido comer uma pizza ao Pizza Hut do Vasco da Gama porque me apetecia uma pizza, estava cheio de fome e queria sentar-me longe da zona comum cheia de gente e de barulho. Peço um ice tea de limão... e sai-me um de pêssego (detesto tudo o que sejam sumos de pêssego, acho enjoativos até à quinta casa). Aviso a chefe de sala, ela confirma que eu tinha pedido limão, pede-me desculpa e diz que traz já outro... e a empregada traz-me um ice tea de pêssego. O empregado que está a servir as bebidas verifica tudo e traz-me um ice tea... de pêssego. Começo a sentir-me na "Twilight Zone". Ele faz cara de caso, não percebe o que está a passar porque está a tirar limão, e eu peço-lhe para me trazer antes uma cola. Passado um bocado vem a chefe de sala pedir educadamente muitas desculpas, porque as minhas reclamações levaram-nos a verificar tudo e a ver que as mangueiras de pressão estavam trocadas e estava o ice tea de limão a sair na mangueira do de pêssego e vice-versa, e traz-me (agora sim!, pensava eu) ice tea de limão.

Este era misto de limão e pêssego, porque a mangueira ainda lá tinha um resto de pêssego. "Traga-me lá a cola se faz favor". Ao menos com a água suja do imperalismo não há por onde enganar: light ou com as calorias todas, tem sempre o mesmo sabor.

3 comentários:

Beep Beep disse...

Gabo-te a paciência. Da última vez que fui ao Pizza Hut do VDG jurei para nunca mais.

O Embalador de Codornizes disse...

Já viram a enormidade de sabores que existem de sumos? Maracujá com ananás, Ananás e coco (acho que ananás já não há, pois pedi há bem pouco tempo numa pastelaria um sumo de ananás e não havia só tinham ananás e coco!!! eu ainda perguntei se tinham ananá e nespera, mas não tinham!), banana com morango, Kiwi, manga ananás e cereais, cenoura, ananás e pêra , Pêra com maçâ, leite com maça... vá lá que ainda não se lembraram da alfarroba e da nespera,

MEUS AMIGOS o que é feito do caprisonne, o que é feito do trilaranjus, da orangina e da gasosa!! Pedir um sumo é um stress!!

Eu SUGIRO:

Catalogar os sumos com nºs, como os pratos servidos no restaurante chinês. Lá pede-se um 33, um 45, não se pede patas de gato alouradas com soja frita em molho de camarão com gambas em chapa quente, com cogumelos da malásia! p e d e - s e um 33 e uma cerveja e pronto ..

Imaginem pedirmos ao balcão de um café um 54 bem fresquinho e um pastel de nata !! isto é um sonho! mas não! temos que continuar a aturar isto.


Ass. O Embalador de Codornizes

bicho_de_conta disse...

Pois é, Jorge... eu e o Nuno encontrámos o pior atendimento de sempre nesse mesmo restaurante. É pena, já que as pizzas (até) são bem boas : )

*