Pesquisa personalizada

20 de agosto de 2006

OU COMO AS CIRCUNSTÂNCIAS INDUZEM EM ERRO

Quantas vezes é que os olhares de engate ao balcão do bar são mesmo olhares de engate e quantas é que não passam de pessoal a tentar perceber no meio da escuridão toda se já conhece, se é mesmo quem se pensa que é, ou se está só a tentar chamar a atenção do barman?

2 comentários:

Paulo disse...

Poucas vezes...

menina-alice disse...

Já não espreitava a blogosfera há uns meses e é bom voltar e ler um post assim. O comentário que cá estava só podia vir mesmo de quem vem...